sábado, 4 de janeiro de 2014

O pedinte, mostrou uma máquina de cartões ao motorista era so que faltava

Quem nunca enfrentou um pedinte de sinaleira?

Ninguém, é claro.

Eles estão em todos os lugares, alguns educados, outros nem tanto.

Mas apareceu uma figura que ninguém ou muito pouco gente conhecia.

Ele “trabalha” num cruzamento da movimentada Avenida Ipiranga, em Porto Alegre.

Sorridente, sem os atacantes na boca, o boa praça se aproxima de todos os veículos que enxerga pela frente e não se faz de rogado.

- Tem uma ajudinha para me dar? – pergunta o simpático.

No segundo dia deste 2014, o leitor Jocemar Souza parou no sinal, foi abordado e respondeu o pedido.

- Infelizmente não tenho moedas! – anunciou.

O pedinte, na mesma hora, meteu a mão no bolso de trás da calça, mostrou uma máquina de cartões ao motorista e emendou.

- Aceito todos os cartões!!!!!

Que maravilha!

Um comentário: